Homem leva 25 tiros em dois atentados e sobrevive; suspeito é preso

Francielly Azevedo e Fernando Garcel

A Polícia Civil prendeu, na terça-feira (12), um dos responsáveis pela tentativa de assassinato contra um homem, em Curitiba, em setembro do ano passado. Na ocasião, a vítima foi atingida por 13 disparos. Segundo a polícia, Rafael Rodrigues de Lara de Oliveira também seria responsável por outro atentado contra Eduardo Alves Weng, em 2017, quando ele sobreviveu a 12 disparos.

Segundo as investigações, no dia 23 de setembro, por volta das 13h30, dois homens, sendo um deles menor de idade, invadiram a casa de Eduardo e efetuaram diversos disparos. Ele foi atingido por treze tiros. Eles estavam armados com uma pistola calibre .380 e um revólver calibre .38. Segundo a PC, os investigados possuem extrema periculosidade.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Tito Livio Barichello, essa não é a primeira vez que a vítima foi alvo dos mesmos criminosos. Em 2017, o mesmo autor também teria desferido diversos disparos contra Eduardo. Ao todo, a vítima foi baleada 25 vezes e sobreviveu.

“É uma situação anormal. Por um contexto médico, que não posso explicar, vários projeteis foram retirados, inclusive um alojado ao lado do coração. Não acertou nenhum órgão vital apesar dele ter virado uma ‘peneira’. Nunca tinha visto isso em toda a minha vida”, conta o delegado.


Um dos projeteis ficou alojado ao lado do coração. Foto: Divulgação / Polícia Civil

Após o atentado, a vítima mudou de endereço e reside em um lugar escondido. A polícia aponta que diversas testemunhas contam que, além deste, os dois cometeram outros crimes. Porém, as testemunhas não aceitam formalizar depoimento por medo de represálias.

O suspeito, conhecido como Sapo, está preso temporariamente por tentativa de homicídio qualificado.

Post anteriorPróximo post
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.