Homem morre por complicações causadas pela H1N1

Rosangela Gris | Metro Jornal MaringáA Secretaria Municipal de Saúde confirmou, na última sexta-feira (9), a oitava mort..

Fernando Garcel - 12 de dezembro de 2016, 13:10

Rosangela Gris | Metro Jornal Maringá

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou, na última sexta-feira (9), a oitava morte por complicações da gripe H1N1 em Maringá este ano. A vítima é um homem de 78 anos, que faleceu dia 10 de outubro no Hospital Metropolitano, em Sarandi, Região Metropolitana de Maringá.

De acordo com a secretaria, o paciente era hipertenso, obeso e diabético, perfil que o colocava no grupo de risco para a doença. Ele também apresentava problemas respiratórios.

As demais mortes ocorreram no primeiro semestre. A primeira vítima foi uma gestante de 22 anos, que morreu em março. No mesmo mês morreram outras duas mulheres, de 35 e 61 anos.

Em abril, uma idosa de 82 anos e doente crônica morreu por complicações da doença. Em maio foram mais duas vítimas: um paciente hipertenso de 62 anos e uma idosa de 70 anos. A vítima que morreu em junho era uma mulher de 53 anos, que tinha hipertensão, hipotireoidismo e obesidade.

Desde o início do ano, a cidade contabiliza 123 casos de gripe H1N1, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Saúde. Os casos suspeitos da doença somam 793.

Dengue

Também na sexta-feira, a secretaria divulgou o boletim atualizado dos casos de dengue na cidade. Desde agosto, quando teve início o atual calendário epidemiológico, 58 pessoas receberam resultado positivo para a doença. Outros 933 casos foram notificados. Não há registro de mortes no período.