Homem é preso após passar a mão em universitária dentro de ônibus

Angelo Sfair

Homem que agrediu médico em Curitiba responderá pelo crime em liberdade

Um homem de 45 anos foi preso em flagrante nesta segunda-feira (9), na rodoviária de Londrina, suspeito de importunação sexual. Ele teria passado a mão em uma universitária de 32 anos que viajava ao lado dele em um ônibus da linha Londrina-São Paulo.

De acordo com a PCPR (Polícia Civil do Paraná), a vítima dormia em uma das poltronas quando foi surpreendida pela suspeito. Conforme a versão apurada pela polícia, ela acordou com o toque. A vítima comunicou o motorista, que por sua vez acionou a empresa.

A Polícia Civil foi chamada e, assim, o homem suspeito foi preso em flagrante no momento em que desembarcava do ônibus. O homem não tem antecedentes criminais e não é conhecido da universitária.

“A vítima foi ouvida e confirmou os fatos de forma contundente. O suspeito teria colocado a mão em suas pernas de uma forma que essa atitude não poderia se confundir com um mero acidente“, explicou a delegada Livia Pini, em entrevista ao Paraná Portal.

Conforme a delegada de plantão, o suspeito foi preso em flagrante com base no relato de duas testemunhas. Ele deve passar por uma audiência de custódia entre terça (10) e quarta-feira (11). Assim, a Justiça poderá analisar de o homem responderá em liberdade. Ou, então, se a prisão em flagrante será convertida em preventiva — quando não há prazo para soltura.

De acordo com o novo entediamento do Código Penal, o ato pode ser configurado como importunação sexual. A pensa para este crime é de até cinco anos de prisão. Por isso, neste caso, não está previso o pagamento de fiança.

Previous ArticleNext Article