Após perseguição, homem é preso com meia tonelada de agrotóxicos no PR

Angelo Sfair

agrotóxicos, agrotóxico, defensivo agrícola, apreensão, perseguição, pf, polícia federal, prf, polícia rodoviária federal, exército brasileiro, guaíra, umuarama, paraná, br-272


Um homem de 29 anos foi preso em flagrante com meia tonelada de agrotóxicos contrabandeados, nesta sexta-feira (4), na região de Guaíra, no oeste do Paraná. A apreensão aconteceu na BR-272, próximo à fronteira com o Paraguai, após uma intensa perseguição. A carga foi avaliada em R$ 500 mil.

Participaram da ação agentes da PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Exército brasileiro. De acordo com as forças de segurança, os agrotóxicos eram transportados em uma caminhonete equipada com uma sistema ilegal de fumaça, usado para despistar perseguidores.

Conforme a PRF, a perseguição começou nesta manhã, no momento em que o motorista seguia na BR-272 sentido Umuarama (PR). O homem que transportava os agrotóxicos desobedeceu uma ordem de parada e fugiu. No entanto, ao fazer o retorno sobre a pista, o suspeito foi cercado e acabou retomando o sentido inicial da fuga.

Durante a fuga, o suspeito de contrabando de agrotóxicos chegou a usar o equipamento de fumaça, mas os agentes não perderam o contato visual. No momento em que uma viatura tentou abordá-lo, o motorista da caminhonete acelerou o veículo na direção da equipe.

Foi então que os policiais rodoviários federais atiraram contra os pneus. Por fim, o carro foi imobilizado. O condutor até tentou continuar a fuga a pé, mas logo foi detido.

VÍDEO: AGROTÓXICOS APREENDIDOS NA BR-272, NO PARANÁ:

As forças de segurança constataram que o carro usado pelo suspeito era blindado. No veículo, além de meia tonelada de agrotóxicos contrabandeados, também foi encontrado um rádio comunicador.

O caso será investigado pela PF de Guaíra, no oeste do Paraná. O homem de 29 anos será indiciado por contrabando, direção perigosa, desobediência e atividade clandestina de telecomunicação. Os agrotóxicos apreendidos foram levados até a delegacia para a devida destinação.

Previous ArticleNext Article