Homem que matou a ex-namorada e tentou assassinar a sogra é condenado a 37 anos

Francielly Azevedo


Um homem acusado de matar a ex-namorada, de 16 anos, e tentar assassinar a mãe dela foi condenado pelo Tribunal do Júri de Paranaguá, no litoral, a 37 anos e seis meses de prisão em regime fechado. O crime aconteceu em 30 de maio do ano passado. O homem não poderá recorrer em liberdade.

O réu foi condenado pelo crime de homicídio triplamente qualificado (feminicídio, motivo torpe e meio que dificultou a defesa da vítima) e tentativa de homicídio qualificado (para assegurar a execução do outro crime).

Segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), inconformado com o fim do relacionamento, o homem foi até a casa da vítima e agrediu-a com uma peixeira. A mãe dela tentou impedir o crime e também foi atacada, sendo salva por um vizinho que entrou na residência e avançou contra o criminoso, impedindo a consumação do segundo homicídio. O vizinho também conseguiu impedir a fuga do assassino, que foi preso em flagrante.

Na decisão, a juíza registrou que o réu não teria demonstrado arrependimento pelo crime, denotando frieza, destemor, insensibilidade e extremo machismo.

*Com informações do MP-PR*

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.