Idosos poderão ser vacinados contra a gripe em drive-thrus em Curitiba

Redação

Campanha de vacinação para a gripe em Curitiba começará com os idosos

A partir da próxima segunda-feira (23), 37 pontos externos e cinco drive-thrus irão dar início a campanha de vacinação contra a gripe em idosos de Curitiba.

A expectativa da Prefeitura de Curitiba é que 118 mil idosos sejam imunizados. A decisão da aplicação das vacinas em ambiente aberto visa diminuir os riscos de contágio do coronavírus.

O horário da vacinação será das 9h às 17h, sendo que os cinco drive-thrus ficam localizados nos seguintes locais:

  • Praça Afonso Botelho (também conhecida como Praça do Athletico);
  • Praça da Maternidade Bairro Novo;
  • Praça do Eucaliptos;
  • Restaurante Madalosso;
  • Paróquia Santo Antônio

“Pede-se o comparecimento à vacinação principalmente às pessoas idosas. Não queremos perder ninguém”, explicou o prefeito de Curitiba, Rafael Greca.

O local completo dos postos de vacinação podem ser encontrados neste link.

CAMPANHA DA VACINAÇÃO EM CURITIBA

A Prefeitura de Curitiba irá dividir a campanha da vacinação em três fases:

  • 1ª fase (a partir de 23/3) – Idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde;
  • 2ª fase (a partir de 16/4) – Professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e doentes crônicos (que tenham prescrição médica ou sejam acompanhados por programas da unidade de saúde);
  • 3ª fase (a partir do dia 9/5) – Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mães que tiveram bebês até 45 dias e apresentem algum documento que comprove a condição) e adultos de 55 a 59 anos.

“Nesse momento é de extrema importância que as pessoas do público-alvo se vacinem contra a gripe, nos ajuda a evitar que mais pessoas fiquem doentes”, afirma a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

Ao todo devem ser imunizados 620 mil pessoas em Curitiba, sendo que a meta é conseguir vacinar ao menos 90% desse público-alvo definido pelo Ministério da Saúde. O órgão federal antecipou em quase um mês a aplicação das vacinas como medida para diminuir os impactos do coronavírus.

Previous ArticleNext Article