Ilha do Mel: Governo do Paraná autoriza início das obras dos trapiches

Redação

trapiches-ilha-do-mel

O Governo do Paraná autorizou o início das obras dos trapiches de Nova Brasília e Encantadas, na Ilha do Mel, em Paranaguá, nesta quinta-feira (27). A ordem de serviço, assinada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, aprovou investimento de R$ 9,5 milhões da empresa ‘Portos do Paraná’. A previsão para a finalização das obras é de sete meses.

Na assinatura, Ratinho Junior afirmou que o objetivo é deixar os trapiches extremamente modernos e com segurança para os turistas e moradores. “O turista quer infraestrutura adequada. A maior vocação do Litoral é o turismo, e o que mais vai crescer é o turismo de natureza”, complementou.

TRAPICHES DA ILHA DO MEL FORAM INSTALADOS HÁ 20 ANOS

Os trapiches foram instalados há 20 anos e sofrem com a ação do tempo e da maresia, causando riscos para as pessoas. As estruturas vão receber nova iluminação, rampas acessíveis, lixeiras e coberturas.

Também ganharão novo sistema elétrico de iluminação, sistema de drenagem, novos dispositivos de segurança e sinalização, de acordo com a revisão mais recente das Normas da Autoridade Marítima para Auxílios à Navegação, e dispositivos de acessibilidade (flutuantes) e de auxílio à atividade pesqueira, como estruturas para amarração de embarcações (cabeços). Terão bancos de espera, proteção lateral para segurança e cobertura.

EMPRESA VENCEDORA DA LICITAÇÃO

A empresa que vai realizar as obras dos trapiches da Ilha do Mel é a Construtora AJM Eireli, vencedora da licitação, e o certame foi realizado em novembro. A empresa pública Portos do Paraná recebeu propostas de cinco empresas. Vencidos os prazos de recurso, julgamento e homologação do resultado, este foi divulgado em diário Oficial do último dia 10 de fevereiro.

A autorização ambiental foi emitida pelo IAT (Instituto de Água e Terra) no dia 7 de janeiro. A contratação inclui o fornecimento de todo o material, mão de obra, equipamentos e ferramentas, além da destinação final dos materiais que não forem reaproveitados na obra.

Previous ArticleNext Article