Incêndio atinge terceiro andar do Hospital de Olhos do Paraná

Um incêndio atingiu o terceiro andar do Hospital de Olhos do Paraná,  na manhã desta segunda-feira (20), em Curitiba.ANÚ..

Ana Cláudia Freire - 20 de janeiro de 2020, 10:42

Joice Gabriele/Arquivo Pessoal
Joice Gabriele/Arquivo Pessoal

Um incêndio atingiu o terceiro andar do Hospital de Olhos do Paraná,  na manhã desta segunda-feira (20), em Curitiba.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio é de pequenas proporções e já está controlado.

Dois carros dos Bombeiros e uma ambulância do Siate fizeram o atendimento no local.

Segundo informações da CBN Curitiba, o incêndio iniciou em uma cadeira de atendimento que superaqueceu durante o uso.

O prédio chegou a ser ser evacuado, porém já foi novamente liberado para os funcionários, com exceção do terceiro andar que permanece interditado.

O Siate atendeu 4 pessoas que inalaram fumaça durante o incêndio. Três delas foram liberadas e apenas uma continua sendo atendida no local.

https://youtu.be/Y8jiNNljR-Q

O Hospital de Olhos do Paraná fica na rua Coronel Dulcídio, que está bloqueada entre as ruas Vicente Machado e Carlos de Carvalho. A Setran faz a orientação do trânsito no local.

A Assessoria de Imprensa do Hospital irá divulgar informações em breve.

NOTA HOSPITAL DE OLHOS DO PARANÁ

Informamos que na manhã desta segunda feira, dia 20/01/2020, por volta das 9h45, ocorreu um princípio de incêndio no terceiro andar na unidade Batel do Hospital de Olhos do Paraná, devido a um superaquecimento em um equipamento. Este foi prontamente controlado pela equipe de Brigadistas do hospital. Os funcionários e pacientes foram rapidamente evacuados por medida de segurança. Quando o Corpo de Bombeiros chegou a situação já estava controlada e foi realizada somente a contenção.

Não houveram feridos e não houve maiores danos materiais. Quatro funcionários expostos à fumaça receberam atendimento médico necessário e amparo de nossas equipes e já estão liberados.

Após vistoria do Corpo de Bombeiros, o prédio foi liberado para atendimento dentro das normas de segurança, com exceção do 3º andar que estará em manutenção, devido à presença de fuligem no local.

Em virtude do forte cheiro em algumas áreas do prédio, os pacientes estão sendo liberados de seus atendimentos para maior conforto.