Instabilidade deve permanecer no Paraná ao longo da semana; veja a previsão

Na Capital, o vento forte alcançou 54,7 km/h, com acumulado de chuva de 56,8 mm, conforme o Simepar; a previsão para hoje é de mais chuva, a partir da tarde.

Redação - 30 de maio de 2022, 07:47

Foto: Gilson Abreu/AEN
Foto: Gilson Abreu/AEN

A instabilidade que trouxe chuva acompanhada com granizo e fortes rajadas de vento deve permanecer no Paraná ao longo da semana. Curitiba e outras cidades registraram estragos neste domingo (29), de acordo com o Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná). A previsão para hoje (30) é de chuva ao longo do dia, com maior intensidade no fim da tarde.

Na Capital, o vento forte alcançou 54,7 km/h por volta das 17h. O acumulado de chuva é de 56,8 mm, ainda conforme o Simepar. De acordo com o balanço mais recente da Defesa Civil municipal, divulgado na manhã desta segunda (30), ao menos 15 ocorrências foram registradas, incluindo a queda de sete árvores e um muro.

Os bairros mais afetados foram Uberaba, São Braz, CIC, Cajuru, Fazendinha, Alto da XV, Campina do Siqueira, Campo do Santana, Bigorrilho e Tingui. A Defesa Civil não registrou feridos, desabrigados ou desalojados. As equipes da Prefeitura continuam os atendimentos pelo período da manhã.

Além de Curitiba, também houve incidência de queda de granizo nas cidades de Campo Largo e Piraí do Sul. Moradores registraram o fenômeno pelas redes sociais.

Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, registrou o maior acumulado de chuva desde o início da madrugada até o momento, com 37 mm.

A chuva também caiu forte em Cascavel, na região Oeste do estado. A Defesa Civil municipal realizou quatro atendimentos e distribuiu 140 metros de lona, para cobrir residências afetadas.

SEMANA SERÁ MARCADA POR INSTABILIDADE E TEMPERATURAS AMENAS

Nesta segunda-feira, a instabilidade atmosférica segue presente sobre as regiões paranaenses. Mesmo com o eixo da frente fria já atuando na região Sudeste do país, pancadas de chuvas acompanhadas de descargas elétricas seguem ocorrendo sobre as diversas regiões do estado. Os maiores acumulados de chuva, devem ser registrados nas regiões da metade sul do Paraná.

Em Curitiba, são esperados 59,5 mm de chuva nesta segunda-feira (30), e os termômetros não passam dos 20ºC - mesma temperatura máxima para Paranaguá, no Litoral, onde deve chover 30,8 mm hoje, segundo o Simepar.

Na terça-feira (31), a frente fria avança para São Paulo e as chuvas diminuem um pouco no estado. No entanto, as condições de instabilidade, mesmo com o afastamento da frente fria, voltam à porção sul. Do período da noite para a quarta-feira (1), novas áreas de chuva ganham força, com previsão de chuvas que podem ser bem significativas em algumas áreas entre o oeste/noroeste, centro, sul e leste do estado.