Investigador de polícia suspeito de corrupção é alvo de operação no PR

Francielly Azevedo

Um investigador de polícia, de 46 anos, é alvo da Operação Sentinela, nesta quarta-feira (3), em Maringá, no noroeste do estado. Ele é suspeito de ter violado sigilo funcional ao vazar informações que beneficiariam a prática criminosa do outro suspeito.

Além do investigador, outro homem, de 36 anos, que teria envolvimento com o tráfico de drogas na cidade, também é alvo da Polícia Civil. Também são cumpridos seis mandados de busca e apreensão.

“Essa investigação foi desenvolvida internamente e alcançou um policial civil envolvido no vazamento de informações sigilosas para um grupo criminoso”, disse o delegado Marcelo Lemos de Oliveira.

A suspeita é que o investigador preso repassava informações à quadrilhas de tráfico de drogas, como por exemplo quais viaturas da Polícia Civil seriam usadas.

A Polícia aponta que os suspeitos teriam se associado criminosamente para cometer vários delitos. O investigador também teria viabilizado um encontro entre o homem suspeito e um detento da Cadeia Pública de Maringá.

Conforme as investigações, os dois suspeitos teriam alterado provas em inquérito policial, ao cooptar e orientar que terceiro prestasse declarações falsas para beneficiar criminoso preso.

Os suspeitos responderão pelos crimes de corrupção passiva e ativa, violação de sigilo profissional, prevaricação, associação criminosa e falso testemunho.

*Com informações da Polícia Civil*

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.