Investigador de polícia é morto dentro de delegacia no interior do Paraná

Redação

Polícia suspeita que preso tenha entrado em surto após ser liberado pelo investigador
osafa pereira da cruz investigador policia morto paranavaí

O investigador da polícia civil, Osafá Pereira da Cruz, 41 anos,  foi morto por um preso, dentro da delegacia de Paranavaí, na madrugada deste domingo (6). Conforme informações da PCPR (Polícia Civil do Paraná) o preso havia sido liberado horas antes, pelo próprio investigador.

Genivaldo Peixoto da Silva, 38 anos, foi preso pelo crime de violação de domicílio e drogas para consumo. Após assinar um termo circunstanciado na delegacia, o preso foi liberado.

Quatro horas depois de deixar a delegacia de Paranavaí, Genilvado retornou ao distrito policial, entrou em luta corporal com o investigador, roubou sua arma e atirou diversas vezes contra o policial. Logo depois, Genilvado cometeu suicídio usando a mesma arma. Osafá não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A PMPR (Polícia Militar do Paraná) foi acionada e encontrou os dois corpos caídos lado a lado no chão da delegacia.

Conforme o delegado Luiz Carlos Mânica, a  possibilidade mais provável para o crime é a de que Genivaldo possa ter entrado em surto logo após ser liberado pelo policial. Um inquérito policial foi instaurado para apurar melhor os fatos.

O investigador Osafá Pereira da Cruz estava na Polícia Civil do Paraná há 11 anos.

Previous ArticleNext Article