Com excesso de água, Itaipu abre todos vertedouros

Fernando Garcel


A Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, abriu todos os vertedouros por mais de 40 minutos neste domingo (14). Há mais de um ano e sete meses as 14 comportas da usina não eram abertas ao mesmo tempo. A última vez havia sido em junho de 2016. O procedimento escoa o excedente de água não utilizada na geração de energia.

> Itaipu quebra recorde de visitação em 2017

A cena é rara e ocorre geralmente em períodos de grandes cheias. A medida operacional tenta equilibrar a vazão e evitar problemas decorrentes do excesso de água que chega. Turistas têm oportunidade única neste domingo de assistir ao espetáculo. Pela manhã, o vertimento na Itaipu atingiu mais de 5,8 mil metros cúbicos de água por segundo, quase quatro vezes mais do que a vazão normal das Cataratas do Iguaçu.

A binacional está precisando verter por causa do excesso de chuvas na Bacia do Rio Paraná, acima da hidrelétrica, e também na área do reservatório. Por enquanto, não há previsão de alagamentos nas áreas ribeirinhas. Itaipu está utilizando toda a água que chega para produzir energia, e só verte quando não é possível este aproveitamento.

O vertedouro está aberto quase de forma ininterrupta desde o dia 30 de dezembro. De lá para cá, fechou apenas dois dias. Cada uma das três calhas suporta em média dez mil metros cúbicos de água por segundo (m³/s). Em condições normais de operação, a abertura de três calhas só acontece com vertimento acima de 30 mil metros cúbicos de água por segundo.

Previous ArticleNext Article