Jornalistas sofrem ameaças após prisão de policiais por chacina no Paraná

Redação


O editor-chefe da TV Tarobá Londrina, afiliada da Band no Paraná, Fernando Brevilheri denunciou nesta quarta-feira (1º) uma ameaça sofrida por integrantes do departamento de jornalismo da emissora. Segundo Brevilheri, uma carta com ameaças foi jogada no quintal da residência da família de um dos jornalistas responsáveis por reportagens sobre a chacina em Londrina, ocorrida no fim de janeiro. 

De acordo com o editor-chefe, desde que houve a prisão de policiais indiciados como responsáveis pela chacina, a equipe tem sofrido ameaças por diversos meios.

“Desde a divulgação da reportagem da jornalista Luciane Miyazaki com um ex presidiário a propósito da chacina de janeiro e da operação que acabou na prisão de policiais militares, temos sido alvo de ataques em redes sociais grupos de whatsapp e comentários maldosos”, escreveu em nota.

O bilhete com a ameaça mais recente foi encontrado junto com munições de pistola. “O pai do apresentador e repórter Cid Ribeiro encontrou no quintal da casa dele -na zona oeste de Londrina, um pedaço de papel com mensagem ameaçadora e duas balas de pistola ponto 40. Esse tipo de munição é de uso restrito das forças policiais”.

13315299_471800396345435_7498883964754977004_n“Atentado a liberdade de expressão.

A direção de jornalismo da Tv Tarobá vem mais uma vez repudiar as ameaças contra profissionais da emissora. Desde a divulgação da reportagem da jornalista Luciane Miyazaki com um ex presidiário a propósito da chacina de janeiro e da operação que acabou na prisão de policiais militares, temos sido alvo de ataques em redes sociais grupos de whatsapp e comentários maldosos.

Tudo isso tem sido devidamente arquivado para futuras providências, mas ontem houve um fato novo e grave. O pai do apresentador e repórter Cid Ribeiro encontrou no quintal da casa dele -na zona oeste de Londrina, um pedaço de papel com mensagem ameaçadora e duas balas de pistola ponto 40.

Esse tipo de munição é de uso restrito das forças policiais. Abaixo, a foto do “recado” deixado aos familiares do apresentador. Quero informar que os projéteis foram entregues a polícia civil que prometeu investigar o caso.

Conclamamos também àqueles que representam entidades que defendem o direito à informação a se manifestarem sobre o ocorrido. Na condição de editor chefe da Tv Tarobá de Londrina acrescento que não vamos recuar diante de tais ameaças”.

Cropped-image-65-1-300x225

Previous ArticleNext Article