Jovens saem da igreja, furam catraca do ônibus e vão parar na delegacia

Angelo Sfair

jovens igreja fura catraca delegacia Foto Daniel Castellano SMCS

26 jovens que saíam de um culto religioso foram flagrados nesta quarta-feira (05) à noite, em Curitiba, tentando entrar nos ônibus sem pagar a passagem. O grupo foi detido pela Guarda Municipal (GMC) e pela Polícia Militar (PM-PR).

A ação aconteceu por volta das 22h, na estação-tubo Constantino Marochi, no bairro Juvevê.

A maior parte era composta por menores de idade. 22 rapazes foram levados até a Delegacia do Adolescente. Eles foram liberados após o comparecimento de um maior de idade responsável.

Os outros quatro ‘furões’, todos maiores de idade, foram encaminhados até o 20.° Batalhão da PM.

“Era um grupo de jovens que estava em uma igreja e, na saída do culto, furaram a catraca para retornarem até suas casas”, conta o secretário da Defesa Social e Trânsito de Curitiba, Guilherme Rangel.

A ação foge à rotina da fiscalização do transporte público coletivo. “Geralmente isso acontece na saída das escolas. Naquele frio que estava ontem [os termômetros marcavam cerca de 10°C], isso mostra que as pessoas realmente não tinham interesse nenhum de pagar pela passagem e agiram de má-fé, lesando os cofres públicos”, completou.

jovem igreja fura catraca delegacia Foto Daniel Castellano SMCS
Jovens saíam do culto quando foram abordados. Foto: Daniel Castellano/SMCS

Denúncias

A fiscalização foi realizada após denúncias da população de que a prática era recorrente nesta estação-tubo.

Participaram da ação equipes da Guarda Municipal e Polícia Militar, com apoio da Urbs (Urbanização de Curitiba) e das empresas que operam o transporte público na capital.

Prejuízo

Levantamento feito pelas operadoras aponta que 4 mil pessoas embarcam todos os dias nos ônibus sem pagar a tarifa, causando um prejuízo ao sistema de cerca de R$ 6 milhões por ano.

As operações contra os ‘fura-catraca’ têm sido colocadas em prática para coibir a ação dos contraventores, ao mesmo tempo em que se tenta conscientizar a população dos problemas.

Neste ano, ‘controladores de acesso’ foram instalados nas estações-tubo onde há a maior incidência de ‘fura-catracas’.

 

Previous ArticleNext Article