Justiça concede reintegração de posse para escolas da RMC e do interior

Andreza Rossini


A Justiça determinou reintegração de posse em mais 17 escolas municipais do Paraná. As duas decisões do juiz Vitor Roberto da Silva são válidas para 13 colégios de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, uma para Irati, no centro-sul do estado e três em Inácio Martins, na mesma região.

No despacho para as escolas de São José dos Pinhais, o juiz afirmou que os adolescentes estão expostos a vulnerabilidade “tendo em consideração a clandestinidade e violência que envolvem esta forma de manifestação”. Para as escolas do interior, o desembargador afirmou que o movimento já está perdendo força com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio.

Uma primeira ordem de reintegração já havia sido emitida para essas escolas. O movimento conseguiu reverter judicialmente. Agora, uma nova decisão determina que os estudantes deixem as escolas.

Não há um levantamento oficial sobre o total de escolas ocupadas e os movimentos estudantis e governos estaduais divergem a respeito dos números. No Paraná, eram 315 escolas ocupadas até ontem, de acordo com a Secretaria da Educação. Já no site mantido pelo movimento estudantil Ocupa Paraná, ainda constam mais de 800 escolas ocupadas.

Os estudantes protestam contra a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) 241 que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos e contra a reforma no ensino médio proposta pelo presidente Michel Temer.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="395058" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]