Justiça determina que Campo Largo retome vinte linhas de transporte escolar

Segundo o Ministério Público, reclamações do Conselho Tutelar, da Câmara de Vereadores e de pais de alunos motivaram a medida.

Larissa Biscaia - BandNews FM Curitiba - 15 de fevereiro de 2022, 13:39

Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Largo
Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Largo

O município de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, tem 48 horas para reestabelecer vinte linhas do transporte escolar. O Ministério Público do Paraná, por meio da Vara da Infância e Juventude, determinou que a cidade retome as linhas canceladas. A multa prevista é de R$ 10 mil, para cada dia de atraso. As informações são da BandNews Curitiba.

Segundo o Ministério Público, Campo Largo contava com 68 linhas de ônibus escolar, que foram reduzidas para 48. Ainda segundo o órgão, as reclamações do Conselho Tutelar, da Câmara de Vereadores e de pais de alunos motivaram a medida. Um dos responsáveis pela discussão, o vereador André Gabardo, explica que o corte foi previsto na discussão da Lei Orçamentária Anual.

No entanto, não se esperava que a mudança impactasse na qualidade do serviço.

"O primeiro indício de que haveria uma diminuição foi na Lei Orçamentária do ano passado, muito discutida entre os vereadores. Como durante todo o ano houveram vários remanejamentos de uma pasta para outra, os vereadores entenderam que como a diminuição não era algo tão substancial o serviço poderia continuar sem que prejudicasse a população, o que de fato na prática não aconteceu. Muitas linhas foram tiradas e acabamos chegando nesse quadro, que o próprio Ministério Público precisou intervir, com ônibus superlotados, crianças andando nas margens da pista. Acredito que a manifestação do MP tenha sido principalmente pela segurança das crianças", disse.

Segundo o município, a medida trouxe economia de cinco milhões de reais. Já a promotoria afirma que os cortes de gastos devem ser feitos em áreas não essenciais. A Prefeitura de Campo Largo afirma que, até o momento, não foi notificada.