Justiça manda soltar empresário suspeito de matar vizinho por causa de som alto

BandNews FM Curitiba

O empresário suspeito de matar um engenheiro durante uma discussão motivada pelo som alto no apartamento do vizinho, no bairro Juvevê, em Curitiba, foi solto pela Justiça. A decisão é do juiz Daniel Surdi de Avelar, da 2ª Vara do Tribunal do Júri. Antônio Humia Dorrio, de 49 anos, teria atirado contra Douglas Reges Junckes, de 36, no dia 20 de maio. Ao ser preso, o empresário disse que se irritou com o som alto num domingo à tarde e, ao tirar satisfações com o vizinho, uma briga teria se iniciado.

Em seguida, Antônio teria buscado a arma e efetuado pelo menos quatro disparos, sendo que um deles atingiu o próprio braço. Ele foi preso no Hospital Cajuru, onde recebia atendimento. Apesar de conceder a liberdade ao homem, o juiz determinou que ele não frequente mais o prédio onde o crime aconteceu e também não mantenha contato com nenhuma testemunha do inquérito.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook