Justiça suspende pedidos de reintegração de posse em escolas ocupadas no Paraná

Os mandados de reintegração de posse expedidos contra 13 escolas ocupadas em São José dos Pinhais, na Região Metropolita..

Redação - 14 de outubro de 2016, 17:10

Os mandados de reintegração de posse expedidos contra 13 escolas ocupadas em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foram suspensos pelo juiz Guilherme Frederico Hernandes Denz, do Tribunal de Justiça do Paraná, nesta sexta-feira (14). O recurso foi apresentado pela Defensoria Pública do Paraná e paralisa os pedidos de reintegração movidos pelo governo, na Vara da Fazenda Pública do município.

Na última segunda-feira (10) a Justiça já havia negado o pedido de reintegração solicitado pela Secretaria de Educação do Paraná para algumas instituições do interior do estado.

Mapa interativo das ocupações no Paraná

Em todo o Paraná são 391 escolas e 6 universidades ocupadas contra as mudanças no ensino médio, propostas pelo governo federal.

Mudanças na educação

Os estudantes se opõem à Medida Provisória 746/2016, que prevê a reestruturação do ensino médio. Os estudantes afirmam, entre outros pontos, que as escolas paranaenses não têm estrutura para oferecer o ensino integral – e são contra o fim da obrigatoriedade de disciplinas como educação física e filosofia – duas das mudanças previstas pela medida. Os jovens ainda reclama da forma como a mudança foi feita – através de uma Medida Provisória e sem diálogo com a sociedade, segundo eles.