Lamborghini do Rei do Bitcoin será usada como viatura pela PF; veja fotos

Uma Lamborghini apreendida pela Polícia Federal na Operação Daemon, que prendeu o homem conhecido como Rei do Bitcoin, f..

Redação - 24 de agosto de 2021, 17:25

Divulgação/PF
Divulgação/PF

Uma Lamborghini apreendida pela Polícia Federal na Operação Daemon, que prendeu o homem conhecido como Rei do Bitcoin, foi devidamente caracterizada e será usada provisoriamente como viatura ostensiva.

O carro esportivo italiano, do modelo Gallardo LP 560-4 (Spyder), foi avaliado em R$ 800 mil. Veja ao final uma galeria de fotos.

Segundo a Polícia Federal, a caracterização e uso provisório da Lamborghini foram autorizados pela Justiça Federal do Paraná. O veículo será devolvido quando o Judiciário marcar o leilão.

O valor arrecadado na venda será destinado às vítimas do esquema investigado na Operação Daemon, desencadeada em julho de 2021. A PF desarticulou um esquema de pirâmide financeira e estimou os desvios em R$ 1,5 bilhão.

+ Relembre: Grupo suspeito de desviar R$ 1,5 bilhão em negociações com criptomoedas é alvo da PF

A Lamborghini Gallardo LP 560-4 é equipada com um motor de 10 cilindros e tem 560 cavalos de potência, que levam o esportivo de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos, segundo o fabricante. A velocidade máxima é de 325 km/h.

A Polícia Federal afirma que o carro, agora caracterizado como viatura, não será utilizado em ações rotineiras.

A Lamborghini será usada em exposições, eventos e ações pedagógicas de repressão ao crime organizado e descapitalização de bens das organizações criminosas.