Laudo aponta motorista do caminhão como culpado pelo acidente que matou seis pessoas em Lunardelli

O Instituto de Criminalística de Londrina concluiu o laudo do acidente que deixou seis pessoas mortas na PR-082, em Luna..

Vanessa Fernandes - CBN Curitiba - 23 de maio de 2018, 10:16

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O Instituto de Criminalística de Londrina concluiu o laudo do acidente que deixou seis pessoas mortas na PR-082, em Lunardelli, no norte do Paraná, no dia 9 de maio. De acordo com o laudo, divulgado nesta terça-feira (22), o acidente foi provocado pelo caminhão envolvido na batida.

Segundo boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Estadual, o acidente ocorreu entre seis motos e um caminhão. Os veículos bateram de frente em um trecho de linha reta.

De acordo com o chefe do Instituto de Criminalística de Londrina Luciano Bucharles, as motos, onde estavam as vítimas, foram atingidas pelo caminhão que estava em alta velocidade e invadiu a pista contrária.

"As colisões ocorreram efetivamente na pista das motocicletas, ou seja, foi o caminhão que invadiu a pista das motocicletas. Ele estaria realizando uma ultrapassagem não permitida, inclusive. O que reduziu bastante o campo de visão dele. Estando a área de impacto bem determinada, partimos para as velocidades envolvidas. Então conseguimos apurar que o caminhão no momento da primeira colisão ele estava em uma velocidade de 90 km/h, o que é uma velocidade acima da permitida no local", explicou.

Conforme Luciano Bucharles o laudo apontou ainda, que o motorista do caminhão já vinha trafegando em velocidade acima da permitida nos últimos 90 minutos registrados pelo tacógrafo.

"A gente conseguiu fazer um histórico dos 90 minutos dele e conseguimos observar que o excesso de velocidade se repetiu inúmeras vezes ao longo do percurso, não foi só a velocidade no momento do acidente", ressaltou.

Com a conclusão do laudo da criminalística, a polícia civil deve concluir o inquérito sobre o acidente até a próxima semana.