Lei transforma programa Geração Atitude em política pública estadual

Uma lei estadual sancionada nesta terça-feira (26) transformou o programa Geração Atitude em atividade obrigatória em es..

Mariana Ohde - 27 de abril de 2016, 09:55

Uma lei estadual sancionada nesta terça-feira (26) transformou o programa Geração Atitude em atividade obrigatória em escolas públicas do Paraná. O programa, que tem como foco a educação para o exercício da cidadania, foi criado pelo Ministério Público do Paraná e vem sendo desenvolvido há dois anos, em parceria com a Secretaria da Educação, a Assessoria Especial da Juventude do Governo do Estado, a Assembleia Legislativa do Paraná e o Tribunal de Justiça do Paraná.

Nos últimos dois anos, 41.874 mil estudantes participaram da iniciativa. A partir de 2017, o programa será estendido a todos os alunos do ensino médio da rede pública estadual de ensino.

A iniciativa de ampliar o Geração Atitude partiu da estudante Ingrid Ribeiro Serafim de Souza, de Cianorte. No ano passado, ela participou das atividades do programa, realizadas no Colégio Itacelina Bittencourt e, junto com um de seus professores, elaborou proposta de lei para que a iniciativa se tornasse política pública, passando a fazer parte do conteúdo obrigatório a ser trabalhado nas escolas. A sugestão da estudante foi a vencedora de um concurso realizado no âmbito do próprio programa, ganhou redação final na Assembleia Legislativa do Paraná e foi então encaminhada ao governo do estado.

A solenidade foi realizada no Palácio Iguaçu e contou com a presença do governador do Paraná Beto Richa, do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná Ademar Traiano, da secretária da Educação Ana Seres Trento Comin, do assessor especial da Juventude Edson Lau Filho, do promotor de Justiça e coordenador estadual do Geração Atitude Eduardo Cambi, além de deputados estaduais, autoridades e convidados.

Conheça o programa

O Geração Atitude é constituído de três etapas: Geração na Escola, atividades realizadas por professores, promotores de Justiça e juízes de Direito na formação cidadã dos alunos; Caravana da Cidadania, concurso que seleciona as melhores ideias de estudantes para mudar o Paraná, inscritas em forma de programa de lei; e Gincana da Cidadania, programa de televisão de cunho educativo-cultural gravado na capital e no interior do Estado.

Geração na Escola 

O trabalho de formação dos jovens para o exercício da cidadania começa na escola. Durante as aulas curriculares, professores de diversas disciplinas trabalham temas como democracia, política, cidadania, eleições, o funcionamento dos Três Poderes, o papel do Ministério Público, etc. Para isso, contam com o Guia do Cidadão, uma cartilha que aborda esses conceitos de maneira clara e com linguagem adaptada aos jovens.

Este ano serão distribuídos 15 mil exemplares do guia às bibliotecas de 320 escolas da rede estadual que aderiram voluntariamente ao programa. A expectativa é que aproximadamente 25,6 mil alunos tenham acesso ao material, que está em sua segunda edição e que também pode ser acessado no formato digital, em link disponível no site do Geração Atitude. O guia foi elaborado pelo MP-PR em conjunto com o governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação e da Assessoria Especial da Juventude, a Universidade Federal do Paraná, o Tribunal Regional Eleitoral, o Tribunal de Justiça do Paraná, a Assembleia Legislativa do Paraná, o Observatório Social do Brasil e a Controladoria-Geral de União.

Depois do conteúdo trabalhado pelos professores, promotores de Justiça e juízes de Direito envolvidos no programa realizam palestras voltadas aos estudantes, com o objetivo de aprofundar os temas do Guia do Cidadão e esclarecer possíveis dúvidas e curiosidades dos alunos. Em cada uma das 32 regiões de abrangência dos Núcleos Regionais de Educação há, pelo menos, um promotor de Justiça responsável pela interlocução do Ministério Público com as escolas.

Para 2016, a meta é que a atividade seja desenvolvida em 10 escolas de cada uma dessas regiões, totalizando 320 colégios participantes. No ano passado, foram realizadas palestras em 146 escolas de 48 municípios. Mais de 50 promotores de Justiça se mobilizaram nas ações do programa, levando informações a 21.507 estudantes paranaenses.

Gincana da Cidadania 

Outra ação que pretende despertar o interesse pelo “Guia do Cidadão” e estimular a consulta ao material é a “Gincana da Cidadania”, programa televisivo produzido pela TV Assembleia de cunho educativo-cultural, que apresenta formato de competição entre escolas, no estilo “responde ou passa”, com perguntas sobre cidadania. Muitas das perguntas são retiradas do guia, estimulando com que os alunos consultem seu conteúdo.

Caravana da Cidadania 

A etapa final do Geração Atitude contempla a Caravana da Cidadania, um concurso sobre ideias para mudar o Paraná, do qual todos os estudantes do ensino médio podem participar, inscrevendo projetos de lei, com o apoio de seus professores.

As propostas são analisadas por uma comissão, que seleciona as melhores ideias de cada região educacional, contemplando alunos e professores autores com uma viagem guiada a Curitiba, oportunidade em que eles visitam as sedes dos Três Poderes e do Ministério Público. Foi nessa etapa do projeto que a estudante Ingrid Ribeiro Serafim de Souza se destacou, fazendo com que a iniciativa fosse ampliada para todo o Paraná.

“A lei contribui para que o Geração Atitude seja adotado como prática constante nas escolas estaduais, incentivando a participação democrática, o surgimento de novas lideranças, despertando vocações políticas, aproximando dos Três Poderes e o Ministério Público da sociedade, enfim, ampliando as possibilidades de exercício da cidadania aos jovens de todas as regiões do Paraná”, explica Eduardo Cambi, coordenador do programa.

Fonte: MP-PR