Líder religiosa é presa no Paraná por sequestro, cárcere privado e maus-tratos contra 16 pessoas

Redação

polícia civil paraná homem mulher facadas líder foz do iguaçu

Uma líder religiosa, de 37 anos, foi presa suspeita de sequestro, cárcere privado e maus-tratos contra 16 pessoas que estavam em uma clínica de reabilitação, em Foz do Iguaçu, na região oeste do Estado.

Após algumas apurações, foi constatado que as vítimas eram mantidas contra a vontade no local e impedidas de manter contato com a família. Além disso, a mulher as obrigava a receber medicações como uma espécie de “desintoxicação”.

A unidade de reabilitação para dependentes químicos também não tinha alvará para oferecer o serviço. A PCPR ouviu testemunhas e vítimas, autuou a responsável pelo local e a encaminhou para a Cadeia Pública Laudemir Neves.

A captura da Polícia Civil ocorreu após diligências da AIFU (Ação Integrada de Fiscalização Urbana) da cidade, que envolveu o trabalho também da Polícia Militar, a Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="799612" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]