Lojistas que ofendiam os funcionários terão que pagar multa de R$ 100 mil

Os donos de uma loja em Pato Branco, que ofendiam publicamente os funcionários, terão que pagar uma multa de R$ 100 mil ..

Redação - 18 de abril de 2016, 19:43

Os donos de uma loja em Pato Branco, que ofendiam publicamente os funcionários, terão que pagar uma multa de R$ 100 mil por assédio moral. A medida é do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), estabelecido com o Ministério Público do Trabalho no Paraná. A ação foi registrada nesta quinta-feira (10). O valor da multa será destinado à entidade Remanso da Pedreira, ONG que promove atividades com crianças carentes.

De acordo com a ação, os proprietários do estabelecimento, uma filial da Lojas Catarinese, criticavam de forma ofensiva os trabalhadores, na frente dos clientes. Para evitar reclamação dos patrões, eles também optavam por fazer as refeições dentro do banheiro.

Além de pagara a multa, a empresa terá ainda que cumprir a obrigação de não submeter ou permitir que os empregados sejam expostos a situações de assédio e promover campanhas educativas e palestras que discutam o tema. Se a ordem for descumprida, haverá outra multa de R$ 10 mil.