Luiz Abi Antoun é condenado a 13 anos por fraude em licitação

Jordana Martinez


O empresário Luiz Abi Antoun foi condenado a 13 anos e cinco meses de prisão por fraude em licitações. Foram oito anos e cinco meses de reclusão em regime fechado, mais  cinco anos de detenção em semiaberto, além de multa.

O empresário, que é parente do governador Beto Richa, foi preso em março do ano passado na Operação Voldemort, acusado de ser o mentor de um esquema que fraudou licitações no governo do estado.

O  juiz Juliano Nanuncio, da 3ª Vara Criminal de Londrina, considerou que os crimes foram comprovados materialmente. De acordo com a sentença, o réu se aproveitou “de seu capital e influência política para enriquecer-se em prejuízo ao erário, fraudando certames públicos e superfaturando preços”.

Luiz Abi Antoun vinha sendo investigado pelo Gaeco por uma série de crimes, incluindo fraude em licitações. Segundo os promotores, o empresário é dono de uma oficina usada para fraudar uma concorrência pública do governo estadual. A empresa Providence, que está em nome de um laranja, foi contratada em dezembro do ano passado e teria recebido cerca de um milhão e meio de reais para fazer a manutenção de veículos oficiais durante um semestre.

Veja a reportagem da TV Tarobá:

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.