Mandetta diz que Curitiba tem o melhor sistema de Saúde do Brasil

Vinicius Cordeiro

"Quem me dera se todos fossem Curitiba", declarou o ex-ministro da Saúde.
mandetta curitiba

Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, declarou que o sistema de Saúde de Curitiba é o melhor do Brasil. Segundo ele, a capital do Paraná é muito bem organizada e chega a bater com países nórdicos. As declarações foram dadas nesta segunda-feira (20), em entrevista à Rádio Difusora Pantanal.

“Melhor sistema de Saúde do Brasil é Curitiba. Quem me dera se todos fossem Curitiba”, declarou.

“Quando eu fui Secretário de Saúde, nós ganhamos a capital com menor mortalidade infantil do Brasil. Depois relaxou e caiu. A nossa [Campo Grande] briga era Florianópolis. E Curitiba era sexto, sétimo… Curitiba, ano passado, vai ter a menor mortalidade infantil entre as capitais e batendo com Suécia, com aquela turma nórdica. É um sistema de Saúde muito organizado, um sistema de informática muito bem feito, um sistema de tele bem feito”, completou.

Por causa de divergências no combate ao coronavírus, Mandetta foi exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada, que nomeou Nelson Teich para a função.

Questionado sobre se será candidato nas próximas eleições, regionais ou nacionais, Mandetta desconversou.

“Vai saber. Minha primeira meta é cortar o cabelo. Eu vivi tão focado esses 90 dias que eu nem sabia o que estava acontecendo de debate no mundo político”.

MANDETTA FALA QUE POLARIZAÇÃO ATRAPALHA

Para Mandetta, o mundo se dividirá em antes e pós coronavírus. Até agora, a doença já foi diagnosticada em mais de 2,5 milhões de pessoas no mundo e causou quase 172 mil mortes, conforme o monitoramento da Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos.

“Eu quero pensar muito agora. Nesse país, em como ajudar a melhorar o sistema de Saúde, em como diminuir a polarização. Esse clima de Fla-Flu, Corinthians e Palmeiras, não pode. Temos que achar um ponto de equilíbrio. O país precisa amadurecer muito”, disse.

Por fim, Mandetta foi questionado se Seoul, capital da Coreia do Sul, pode ser um exemplo a ser seguido. Contudo, o ex-ministro da Saúde disse que não há uma receita para superar a crise do coronavírus.

“[Seoul] É uma ilha. Não tem receita de bolo. O Brasil é um continente. Cada lugar mora um tipo de povo, de cultura., dismetrias sociais enormes. Campo Grande, por ter certo planejamento, tem pouquíssimas favelas. Manaus tem uma vila operária enorme e demorou muito para parar”, comparou.

EXCLUSIVO! PRIMEIRA ENTREVISTA do ex-Ministro da Saúde Mandetta

Em entrevista exclusiva à Difusora Pantanal, o ex-Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta fala sobre os bastidores da sua saída do cargo e o seu futuro profissional.#difusorapantanal #radio #difusora #radiojornalismo #jornalismo #mandetta #coronavirus #ministeriodasaude

Publicado por Difusora Pantanal 101.9 FM em Segunda-feira, 20 de abril de 2020

Previous ArticleNext Article