Greca sobre manifestação em Curitiba: ‘não podemos flertar com a barbárie’ 

Mirian Villa


Na manhã desta terça-feira (2), Rafael Greca, prefeito de Curitiba, se pronunciou em sua conta pessoal no Twitter sobre a manifestação que terminou com atos de vandalismo na Capital. Em uma nota de desagravo, ele afirmou que a cidade foi atacada de maneira irracional.

Greca afirmou que o ato de vandalismo durante a manifestação em Curitiba desonra o ideal humanista e o sentimento antifascista. Em seguida, afirmou que “defender, com justiça, que #VidasNegrasImportam não compreende descambar para a violência, nem flertar com a barbárie”.

Por fim, o prefeito de Curitiba disse que ações como essas não são necessárias em momento de pandemia. “Precisamos de harmonia, nesta hora grave, de luta pela saúde e pela vida”. Leia na íntegra o pronunciamento de Rafael Greca abaixo!

MANIFESTAÇÕES TERMINAM EM ATOS DE VANDALISMO EM CURITIBA

manifestação que terminou em confronto com a PMPR (Polícia Militar do Paraná) deixou um rastro de destruição no centro de Curitiba.  O protesto, com objetivo de combater fascismo e racismo, foi convocado pelas redes sociais e acabou em quebra-quebra.

Integrantes do grupo “antifa”, síncope de antifascismo, carregaram faixas e também participaram da ação, marcada por gritos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Os organizadores da manifestação em Curitiba avaliam que o ato foi um sucesso, mas que o vandalismo “representa a presença organizada de infiltrados que desejam a criminalização do movimento”. No entanto, acusaram a PM por “força excessiva”, que “demonstra a incapacidade de diálogo e a opção pela agressão”.

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, equipes da Urbs (Urbanização de Curitiba) trabalharam na noite desta segunda-feira (1º) no conserto e higienização dos pontos que foram vandalizados durante a manifestação contra o racismo realizada na região central da cidade.

Segundo último balanço, as pichações e os cacos de vidro foram removidos. Foram danificados sete pontos na Praça Tiradentes, onde os totens com mapas das linhas foram quebrados. Sofreram vandalismo os pontos das linhas Mateus Leme, Suíça, Detran, Itupava, Juvevê, Água Verde-Abranches e Ahú.

No Centro Cívico, foram quebrados vidros das estações-tubo Palácio e Comendador Fontana, no sentido Centro-Cívico. Na Cândido de Abreu foram pichados tubos e totens da Clear Channel foram quebrados. A Urbs continua nesta terça-feira (2) o trabalho de troca dos vidros quebrados.

Previous ArticleNext Article