Marcha pela Diversidade 2019 em Curitiba pede respeito e união

Milhares de pessoas ocuparam ruas da região central da capital paranaense durante a Marcha pela Diversidade 2019 em Curi..

Angelo Sfair - 30 de junho de 2019, 19:11

Foto: Maria Kloss/Marcha pela Diversidade 2019 - Curitiba
Foto: Maria Kloss/Marcha pela Diversidade 2019 - Curitiba

Milhares de pessoas ocuparam ruas da região central da capital paranaense durante a Marcha pela Diversidade 2019 em Curitiba. Neste ano, o evento lembrou os 50 anos da revolta de Stonewall e a luta pelos direitos LGBTI.

Na ocasião, em 1969, cidadãos estadunidenses foram às ruas se revoltar contra uma ação da polícia de Nova Iorque, que invadiu o bar Stonewall Inn para agredir e prender homossexuais.

O episódio é apontado como um marco para o início da luta organizada pelos direitos da população LGBTI.

"Em 1969 começa o movimento LGBTI organizado com as revoltas de Stonewall nos Estados Unidos. No Brasil, a gente tem o início desse movimento 10 anos depois, em 1979, com as revoltas em São Paulo que chamamos de StoneWall brasileiro. Então celebramos os 50 anos do movimento LGBT mundial e 40 anos do movimento LGBTI brasileiro", explicou a coordenadora do Grupo Dignidade Ananda Puchta.

Segunda ela, paradas e marchas vão além da reunião e do clima festivo.

"

Participantes Marcha pela Diversidade 2019 em Curitiba destacam a união

Os participantes da parada destacaram a importância do respeito às pessoas, independentemente de orientação sexual ou identidade de gênero.

"Acho que é uma questão de visibilidade. O caráter é festivo, mas acaba tendo uma conotação política por causa da visibilidade", avaliou a estudante de Ciências Sociais Mariana Soares.

Há um reconhecimento pela população LGBTI de que as mobilizações trouxeram avanços. No entando, segundo participantes da Parada, ainda há um importante caminho a se percorrer.

"A gente tem que ter essa união. Temos que mostrar que somos igual a todo mundo independentemente da nossa orientação sexual", disse o estoquista Rodrigo Cardoso, que também participou da Marcha pela Diversidade 2019 em Curitiba.