Maringá tem rede elétrica 100% restabelecida pela Copel

A Copel contabilizou 194 postes quebrados em Maringá em função da queda de árvores durante o evento climático do último final de semana.

Redação - 28 de abril de 2022, 07:46

Foto: Divulgação/Copel
Foto: Divulgação/Copel

A cidade de Maringá, no Norte do estado, teve 100% da rede elétrica restabelecida pela Copel, severamente danificada por um forte temporal que atingiu a região cinco dias atrás. Cerca de 116 mil moradores chegaram a ficar sem luz durante o evento climático - 60% da população maringaense.

O serviço de reparo na rede elétrica foi finalizado na noite desta quarta-feira (27), informou a empresa.

Ao todo, mais de 800 técnicos e eletricistas de serviços e manutenção, e até de equipes de obras, atuaram nas ruas da cidade para a reconstrução da rede elétrica. Foram realizados 2.150 serviços desde sábado.

A Copel contabilizou 194 postes quebrados em Maringá em função da queda de árvores durante o evento climático do último final de semana.

Além do pessoal de campo, técnicos do Centro de Operações da Copel, em Curitiba, também atuaram dia e noite até o último trecho de rede ser energizado. 

Após as rajadas de ventos de mais de 80 km/h que atingiram Maringá na madrugada de sábado, 116 mil clientes chegaram a ficar sem luz, quase 60% do total da cidade. De acordo com o Simepar, este evento climático foi considerado um dos piores que já atingiu o estado. Já para a Copel, foi o mais severo da sua história enfrentado no município.

É importante ressaltar que os clientes que tiveram padrão de luz do seu imóvel danificado pelo temporal devem procurar a Copel assim que consertá-lo para solicitar a religação à rede de energia. Os canais de atendimento são o site www.copel.com, o telefone 0800 51 00 116 ou o atendimento presencial.

Os moradores que ainda não fizeram o reparo podem entrar em contato com a prefeitura municipal por meio do número 156 para solicitar o padrão temporário, que permite a religação emergencial. 

A força-tarefa montada pela Copel continuará trabalhando nas demais cidades que ainda tenham estragos na rede de energia, até religar as últimas unidades consumidoras isoladas afetadas pelo temporal. O temporal derrubou 500 árvores em Maringá, de acordo com dados da prefeitura.