Maringá ganha três novos leitos de UTI

Redação


Victor Duarte Faria – Metro Maringá

O Ministro da Saúde Ricardo Barros anunciou no Hospital Santa Rita, em Maringá, para anunciar um convênio para a abertura de três novos leitos para atender a região, que passa de 15 para 18 unidades.

O ministro enfatizou a economia que fez desde que entrou no ministério da saúde e elencou os pontos de evolução na saúde. “Em 100 dias de ministério, fiz uma reforma administrativa que abrangeu revisões de contratos de medicamentos e informática, por exemplo. Não foram cortes para economizar nesse setor, e sim para destinar melhor as verbas para poder oferecer mais a população”, destacou.

Barros aproveitou a oportunidade para destacar alguns assuntos de relevância nacional, como a mudança nos protocolos de tratamento da AIDS que, agora, são mais modernos e mais baratos, além dos investimentos feitos no combate a Hepatite C e no funcionamento das UPAs. “Meu objetivo é conseguir economizar mais dinheiro das ‘burocracias’, utilizando um sistema de informação mais eficaz e que propiciará maior suporte a saúde ao brasileiro.

OMS

Durante o anúncio, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Antônio Carlos Nardi, destacou que em viagem feita a Washington (EUA), o nome do ministro Barros foi cotado para integrar a equipe da Organização Mundial de Saúde (OMS). “Esse tipo de ação prova que o ministro vem fazendo um trabalho fabuloso que repercute fortemente, não só no Brasil, mas, também, no exterior”, disse.

Para o Presidente do Grupo Santa Rita, Hiran Castilho, o ministro vem fazendo um esplêndido trabalho, de corte de despesas e, em paralelo, forte investimento. “Sou filho da primeira geração de maringaenses e fico orgulhoso em ver gestores da cidade fazendo história no Brasil e, também, no mundo. É uma forma de ver a esperança se renovar”, disse.

Previous ArticleNext Article