Maringá lidera em multas por avanço de sinal vermelho no Paraná

Redação


Leonardo Filho, Metro Jornal Maringá

CapturarCom a terceira maior frota de veículos do Paraná, Maringá é a cidade com mais quantidade de multas aplicadas por avanço de sinal vermelho no Paraná. Levantamento do Departamento Estadual de Transito (Detran-PR) mostra que, com mais de 47 mil flagrantes entre janeiro e julho deste ano, a cidade supera com folga Curitiba que somou, no mesmo período, 29 mil multas aplicadas. Somente as infrações cometidas em Maringá correspondem a 41% do total das autuações feitas em todo o Estado.

No comparativo com outras cidades do interior, a diferença é ainda maior. Cascavel, que aparece em terceiro no ranking. somou 12 mil multas, seguida de Foz do Iguaçu, com oito mil, e Londrina, com aproximadamente seis mil.

A Secretaria de Trânsito e Segurança de Maringá (Setrans) atribui esse número ao investimento da cidade na fiscalização eletrônica, mas o secretário Fábio Ribeiro vê com preocupação essa quantidade de multas. “Mostra que são muitos motoristas que desconhecem ou não se atentam a algo básico no trânsito”, diz. A cidade conta com 41 pontos monitorados e a intenção é ampliar. “Ainda temos urna quantidade alta de mortes no transito”. completa Ribeiro.

Desde o começo do ano, segundo a Secretaria de Transito, 43 pessoas morreram vítimas de acidentes de transito na cidade. No mesmo período do ano passado, foram 38 mortes.

Radares desligados desde agosto
Os 28 radares fixos de Maringá que flagram excesso de velocidade, também conhecidos como pardais, estão desligados desde o final de agosto deste ano. O ‘silêncio’ se deu após o fim do contrato entre a prefeitura e a empresa que disponibilizava o sistema de aferição e controle da velocidade.

A Setrans informou ter um plano em andamento para reativar os pardais. “Estamos elaborando um novo edital para melhorar a tecnologia existente nos radares. O que estava em atividade não captava imagens de toda a via. Precisamos de equipamento mais eficiente, que ofereça uma nitidez melhor e a identificação da placa”, explica o secretário de trânsito Fábio Ribeiro.

Para tentar evitar abusos dos motoristas. a Setrans tem feito operações constantes com radares móveis, operados por agentes de trânsito em pontos estratégicos da cidade. A previsão da Secretaria é de que essa licitação aconteça em outubro. Caso isso ocorra, ainda neste ano a empresa vencedora começa a operar os novos equipamentos.

Frota
De acordo com o Detran-PR, Curitiba é a cidade com maior frota do Paraná. São mais de 1,4 milhão de veículos emplacados na capital. Londrina tem cerca de 369 mil, seguida de Maringá com 305 mil. Cascavel tem 212.479 e Foz do Iguaçu, 165.269.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="388034" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]