Maringá vai entrar com ação para receber mais doses de vacinas contra a Covid-19

A Prefeitura de Maringá informou que irá entrar com uma ação para que a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) restabeleça..

Redação - 09 de agosto de 2021, 11:29

Divulgação/Prefeitura de Maringá
Divulgação/Prefeitura de Maringá

A Prefeitura de Maringá informou que irá entrar com uma ação para que a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) restabeleça a distribuição proporcional de vacinas contra a Covid-19. A informação foi divulgada pelo prefeito Ulisses Maia nesta segunda-feira (9).

Neste final de semana, a polêmica na divisão de doses de vacinas foi levantada pelo parlamentar. Em suas redes sociais, ele afirmou que a Secretaria de Saúde estaria fazendo um "boicote" à cidade. Um dia depois, a Sesa se pronunciou e negou a alegação do prefeito (leia no final da matéria).

Hoje, a Prefeitura de Maringá informou que por meio da 15ª Regional de Saúde vai recorrer para que a distribuição proporcional de doses recebidas pelo Ministério de Saúde, como ocorreu até a 27ª remessa, final de junho, aconteça.

"Maringá tem mais de 50% da população da regional e, ultimamente, vem recebendo apenas 37% das doses que chegam na 15ª, o que é bem inferior e desproporcional à sua população. Isso não pode acontecer. Vamos lutar pelo direito fundamental à saúde de todos os maringaenses", disse Ulisses Maia no Twitter.

PREFEITURA DE MARINGÁ ALEGA DISPARIDADE NA DISTRIBUIÇÃO DE VACINAS CONTRA A COVID-19

No sábado (7), o prefeito Ulisses Maia se queixou nas redes sociais sobre a distribuição de doses de vacina contra a Covid-19. Leia abaixo!

O QUE A SESA DIZ?

Leia abaixo a nota encaminhada pela Secretaria de Estado da Saúde sobre a alegação da Prefeitura de Maringá!

“Nenhum município foi ou está sendo prejudicado na distribuição das vacinas. Muito pelo contrário. Cada município, pela sua característica populacional, e seguindo o Plano Nacional de Imunização, conforme os grupos prioritários, que recebeu dose carimbada pelo Ministério da Saúde, já teve a devida equalização proporcional para seguir na vacinação por idade.

Com isso, a Sesa equilibrou a distribuição. Isso faz com que todos os municípios caminhem juntos para que 80% dos paranaenses estejam vacinados em agosto e 100% em setembro com a primeira dose.

O município de Maringá recebeu 78% das doses distribuídas, vacinou 76,38% da população com uma dose ou dose única. A média estadual está em 75% na distribuição e com 73,59% de aplicação.

O Paraná é por inteiro, sem divisões ou narrativas segregadoras, e tem sido tratado nessa perspectiva na campanha de vacinação, com atenção e olhar sensível para todos os municípios de forma indistinta, inclusive com a validação pelo Tribunal de Contas do Estado acerca do método de divisão das doses.

Neste momento de evolução positiva da vacinação, não há espaços para bravatas ou arroubos políticos.”