Maringá vai entrar com ação para receber mais doses de vacinas contra a Covid-19

Redação

Maringá vai entrar com ação para receber mais doses de vacinas contra a Covid-19

A Prefeitura de Maringá informou que irá entrar com uma ação para que a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) restabeleça a distribuição proporcional de vacinas contra a Covid-19. A informação foi divulgada pelo prefeito Ulisses Maia nesta segunda-feira (9).

Neste final de semana, a polêmica na divisão de doses de vacinas foi levantada pelo parlamentar. Em suas redes sociais, ele afirmou que a Secretaria de Saúde estaria fazendo um “boicote” à cidade. Um dia depois, a Sesa se pronunciou e negou a alegação do prefeito (leia no final da matéria).

Hoje, a Prefeitura de Maringá informou que por meio da 15ª Regional de Saúde vai recorrer para que a distribuição proporcional de doses recebidas pelo Ministério de Saúde, como ocorreu até a 27ª remessa, final de junho, aconteça.

“Maringá tem mais de 50% da população da regional e, ultimamente, vem recebendo apenas 37% das doses que chegam na 15ª, o que é bem inferior e desproporcional à sua população. Isso não pode acontecer. Vamos lutar pelo direito fundamental à saúde de todos os maringaenses”, disse Ulisses Maia no Twitter.

PREFEITURA DE MARINGÁ ALEGA DISPARIDADE NA DISTRIBUIÇÃO DE VACINAS CONTRA A COVID-19

No sábado (7), o prefeito Ulisses Maia se queixou nas redes sociais sobre a distribuição de doses de vacina contra a Covid-19. Leia abaixo!

O QUE A SESA DIZ?

Leia abaixo a nota encaminhada pela Secretaria de Estado da Saúde sobre a alegação da Prefeitura de Maringá!

“Nenhum município foi ou está sendo prejudicado na distribuição das vacinas. Muito pelo contrário. Cada município, pela sua característica populacional, e seguindo o Plano Nacional de Imunização, conforme os grupos prioritários, que recebeu dose carimbada pelo Ministério da Saúde, já teve a devida equalização proporcional para seguir na vacinação por idade.

Com isso, a Sesa equilibrou a distribuição. Isso faz com que todos os municípios caminhem juntos para que 80% dos paranaenses estejam vacinados em agosto e 100% em setembro com a primeira dose.

O município de Maringá recebeu 78% das doses distribuídas, vacinou 76,38% da população com uma dose ou dose única. A média estadual está em 75% na distribuição e com 73,59% de aplicação.

O Paraná é por inteiro, sem divisões ou narrativas segregadoras, e tem sido tratado nessa perspectiva na campanha de vacinação, com atenção e olhar sensível para todos os municípios de forma indistinta, inclusive com a validação pelo Tribunal de Contas do Estado acerca do método de divisão das doses.

Neste momento de evolução positiva da vacinação, não há espaços para bravatas ou arroubos políticos.”

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="781825" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]