Coletivo chega a 100 mil marmitas entregues em Curitiba desde o início da pandemia

Com duas mil refeições previstas para a Ceia de Natal, no dia 23 de dezembro, o coletivo Marmitas da Terra vai alcançar ..

Redação - 22 de dezembro de 2021, 14:45

Divulgação/Leonardo Henrique
Divulgação/Leonardo Henrique

Com duas mil refeições previstas para a Ceia de Natal, no dia 23 de dezembro, o coletivo Marmitas da Terra vai alcançar a marca de 100 mil pratos de comida distribuídos à população em situação vulnerável desde o início da pandemia do coronavírus.

As refeições são produzidas com alimentos da reforma agrária e a distribuição ocorre na Praça Tiradentes, no centro de Curitiba, além de outras praças e comunidades da capital e municípios da região metropolitana.

O coletivo distribui as marmitas sempre às quartas-feiras. No entanto, devido ao Natal, nesta semana a entrega ocorre em dois dias. Nesta quarta-feira (22), duas mil refeições foram distribuídas no horário do almoço.

Na quinta-feira (23), outras 1,5 mil marmitas são distribuídas no horário do almoço, nas praças e comunidades. E à noite, na Praça Tiradentes, mais 500 pratos são distribuídos na antevéspera de Natal, simbolizando a partilha da ceia.

A coordenadora do coletivo Marmitas da Terra, Adriana Oliveira, integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, destaca a expressiva marca de 100 mil refeições distribuídas às pessoas socialmente vulneráveis desde março de 2020.

“Somente em um projeto de vida é que a solidariedade pode ser mais forte do que a pandemia do vírus e, inclusive, da fome que vem aumentando no Brasil”, enfatiza.

Ela explica que o trabalho começa no campo, “numa terra repartida, da reforma agrária, e vai até a entrega das marmitas para outros trabalhadores, tomando todos os cuidados com a saúde de cada um, de quem trabalha comigo e de quem recebe o alimento”.

O coletivo Marmitas da Terra compartilha o dia a dia do projeto nas redes sociais:

NATAL SEM FOME NO PARANÁ

Neste ano, a campanha “Natal Sem Fome”, promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, vai partilhar alimentos em 30 cidades do Paraná, na capital e no interior.

A iniciativa ocorre em todo o Brasil, entre os dias 10 de dezembro e 6 de janeiro de 2021, com o lema “cultivando solidariedade para alimentar o povo”. Serão cerca de 95 toneladas de alimentos frescos e industrializados além das 4 mil marmitas.