Máscaras descartáveis são apreendidas em Curitiba antes de embarcarem para a Itália

Redação

tce, máscaras, sobrepreço, dispensa de licitação, prefeitura, são josé dos pinhais, pandemia, coronavírus, covid-19

Mais de 3 mil máscaras descartáveis foram apreendidas no Aeroporto Afonso Pena, na Grande Curitiba, no momento em que embarcariam para a Itália. A Receita Federal interceptou a carga de exportação ao identificar que o produto era de interesse nacional.

Os respiradores descartáveis PFF2 estão em falta no mercado desde o início da pandemia do coronavírus. O equipamento é essencial para a proteção dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19.

Considerando o Estado de Emergência da saúde pública, o Ministério da Saúde requisitou as máscaras à secretaria especial da Receita Federal em Curitiba. Ao todo, foram apreendidos 3,2 mil respiradores descartáveis PFF 2.

De acordo com a Receita Federal, o equipamento apreendido foi recolhido pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) no dia 6 de abril. As máscaras vão reforçar os estoques usados pelos profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus.

Previous ArticleNext Article