Matinhos fecha praias devido ao coronavírus e alerta: “não estamos de férias”

Redação

matinhos paraná orla coronavírus

A prefeitura de Matinhos, no litoral do Paraná, anunciou que a orla da praia ficará fechada por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (2). A medida visa diminuir a aglomeração de pessoas, uma das recomendações das autoridades da Saúde no combate ao coronavírus. Além disso, o secretário municipal disse que ninguém terá acesso às praias do município.

Até o momento, Matinhos tem um dos 185 casos confirmado da Covid-19 em todo o Paraná. Contudo, a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) vai divulgar o novo balanço ainda hoje.

“Estamos lutando incansavelmente. Essa é uma das ações importantes que nós resolvemos tomar porque realmente estamos tendo muitos casos de abuso”, declarou o prefeito Ruy Hauer Reichert (PL) em seu anúncio.

Além disso, ele revelou que duas lotéricas da cidade ficarão abertas apenas para as operações financeiras. “Os proprietários assinaram um termo que vão ter que respeitar todas as normas que a prefeitura está determinando”, completou.

Outra estratégia que está sendo usada pelos prefeitos em diversas cidades do Paraná é o toque de recolher. Contudo, a administração municipal ainda acredita que Matinhos não tem essa necessidade na luta contra o coronavírus. Na visão do prefeito, a população deixou de sair às ruas, principalmente no período noturno.

“Em conversa com a nossa comissão, acreditamos que em Matinhos ainda não precisa ser feito [toque de recolher]”, finalizou Reichert.

SECRETÁRIO FAZ APELO: ‘NÃO ESTAMOS DE FÉRIAS’

O secretário municipal da Comunicação de Matinhos, Douglas da Silva, fez um apelo para que ninguém viaje a Matinhos.

“Pedimos nesse momento para que não desçam para Matinhos. Não estamos de férias. Ninguém terá acesso à praia e não poderá caminhar no calçadão”, disse o secretário.

Além disso, ele ressaltou que todo o comércio está fechado, com exceção de farmácias, mercados e serviços essenciais.

“A estrutura que nós temos consegue atender a população que mora aqui. Não podemos atender todos. Por favor, não desça para Matinhos. Fica em casa. Contamos com a compreensão de todos”, completou.

Previous ArticleNext Article