Matinhos passa a ter transporte coletivo gratuito nesta sexta

Os custos para manter os ônibus circulando de graça serão bancados pela publicidade de empresas privadas, segundo a prefeitura.

Rafael Nascimento - 10 de junho de 2022, 07:48

Foto: Reprodução/Prefeitura de Matinhos
Foto: Reprodução/Prefeitura de Matinhos

A cidade de Matinhos, no Litoral do estado, passa a ter transporte coletivo gratuito a partir desta sexta-feira (10). A medida deve beneficiar moradores e também turistas, de acordo com a prefeitura.

Os custos para manter os ônibus circulando de graça serão bancados pela publicidade de empresas privadas, em telas de LED instaladas dentro dos veículos. Nessas telas, também vão ser exibidas notícias da administração municipal.

O prefeito de Matinhos, Zé da Ecler, explica que não será necessário nenhum tipo de cadastro prévio para ingressar nos ônibus gratuitamente. Basta o passageiro acessar o coletivo no itinerário desejado.

"As pessoas não vão mais precisar pagar a passagem de ônibus, elas já pagaram por meio de impostos. Basta elas estarem nos pontos de ônibus no horário que os veículos estiverem passando, das 6h às 23h. As linhas vão ligar toda a cidade, dos balneários ao centro", disse.

LINHAS DE ÔNIBUS GRATUITAS EM MATINHOS

Ao todo, serão cinco linhas de ônibus circulando de graça pelos bairros de Matinhos. Cada uma delas terá dois veículos, sendo um deles micro. Os coletivos vão circular das 6h às 23h. Ainda de acordo com a Prefeitura de Matinhos, as linhas do transporte coletivo foram delimitadas por cores:

Linha amarela - segue de Monções até Caiobá pela Avenida Paranaguá;

Linha vermelha - sai do Terminal Cezário Agostinho da Silva, na Avenida JK, e circula pelo Mangue Seco;

Linha laranja - se movimenta entre o Bom Retiro e o Sertãozinho;

Linha verde - vai circular pelo Tabuleiro;

Linha azul - terá seu itinerário por Caiobá, saindo da Praça Central.

De acordo com Zé da Ecler, além de aquecer o comércio do município, possibilitando que mais gente circule pela cidade, a proposta visa valorizar o morador, em especial o menos favorecido financeiramente.

"É o dinheiro do povo realmente voltando para a sociedade de uma maneira que vai fomentar o comércio. Comércio forte, cidade rica. O investimento naturalmente vai se pagar em curto prazo", completa o prefeito.

  • Veja também: