Médico de Curitiba recebe alta após 50 dias internado pelo coronavírus; veja vídeo

Jorge de Sousa

Médico de Curitiba Jamal Munir Bark recebe alta após 50 dias internado pelo coronavírus

Após 50 dias internado por uma contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19), o médico de Curitiba Jamal Munir Bark recebeu alta do Hospital Marcelino Champagnat nesta sexta-feira (8).

Diversos membros da equipe médica e demais funcionários do hospital acompanharam a saída de Bark com aplausos e cartazes motivacionais.

O médico agradeceu o atendimento “humanizado” e disse que quando se recuperar “irá voltar ao hospital e apertar a mão de todos os funcionários”.

Confira abaixo a saída do médico Jamal Munir Bark do Hospital Marcelino Champagnat

JAMAL MUNIR BARK FOI INFECTADO POR COLEGA

O médico Jamal Munir Bark, de 59 anos, deu entrada no hospital no dia 19 de março com quadro de insuficiência respiratória aguda, teve o coronavírus confirmado e, desde então, permaneceu na UTI.

Ele foi infectado pelo coronavírus após ter contato com uma pessoa que havia viajado para São Paulo.

“Logo no início de março, este outro profissional retornou de São Paulo e apresentou sintomas leves”, explicou a infectologista da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Marion Burger, na época da internação.

Bark fazia atendimento em uma UBS (Unidade Básica de Saúde) de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Boqueirão.

Durante o internamento no Hospital Marcelino Champagnat, Bark enfrentou quadro de insuficiência respiratória e precisou do auxílio de ventilação mecânica. O médico também sofreu com uma disfunção renal e uma arritmia cardíaca.

Após 26 dias de internamento, pela primeira vez Bark conseguiu respirar sem o auxílio de ventilação mecânica e 13 dias depois ganhou a alta para um leito clínico, tendo voltado a se alimentar sem uma sonda na última terça-feira (5).

CASOS DE CORONAVÍRUS NO PARANÁ

Previous ArticleNext Article