Médicos cubanos são reincorporados ao projeto Mais Médicos para o Brasil

Agência Brasil e Redação


Mais de 350 médicos cubanos foram reincorporados ao projeto Mais Médicos para o Brasil. A lista com o nome dos profissionais de saúde foi publicada nesta sexta-feira (11) no Diário Oficial da União.

Os profissionais cubanos vão reforçar a Saúde em municípios de 24 estados, entre eles o Paraná.

Conforme a portaria, 21 médicos do país da América Central vão atuar no estado, nas cidades de Antônio Olinto, Cambé, Guamiranga, Guarapuava, Guaratuba, Nova Laranjeiras, Palmeira, Perobal, Piraquara, Quedas do Iguaçu, Renascença, Rosário do Ivaí, Santa Helena, São Miguel do Iguaçu, Tibagi e ainda no atendimento à população indígena, por meio do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Litoral Sul.

Além do Paraná, os médicos cubanos também vão trabalhar nos estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

O Mais Médicos para o Brasil objetiva o fortalecer o serviço de Atenção Básica do país, a porta de entrada preferencial do Sistema Único de Saúde (SUS), que está presente em todos os municípios e próxima de todas as comunidades.

Confira a Portaria nº 71, de 10 de dezembro de 2020, com a lista dos nomes dos médicos incorporados ao Projeto Mais Médicos para o Brasil.

Previous ArticleNext Article