Médicos faltaram 8,5 mil dias com atestados desde janeiro de 2015 em Londrina

Jordana Martinez


Os 440 médicos da rede municipal de Saúde de Londrina, Norte do Paraná, faltaram 7 mil dias de trabalho em 2015. O levanto feito pela Corregedoria-Geral do município mostra que neste ano, de janeiro a março, já foram registrados outros 1.500 dias de atestados, em que médicos não apareceram para trabalhar.

A Corregedoria ressalta que o levantamento é referente a todas as licenças, incluindo as de maternidade e outras com prazo maior. Mesmo assim, os números obtidos são considerados altos.

O corregedor-geral do município, Alexandre Alberto Tranin, afirma que, por enquanto foi possível identificar evidências de dois médicos teriam usado atestados falsos para faltar aos plantões da rede pública para trabalhar em outros lugares.

Os processos administrativos contra esses dois médicos foram abertos há 30 e 45 dias, respectivamente. O prazo para conclusão da investigação é de 180 dias.

Enquanto os processos não forem concluídos, os dois médicos investigados continuam trabalhando. Caso fique comprovado que os médicos usaram atestados para trabalhar em outros locais, eles devem ser exonerados.

O corregedor afirma que todos os dados do levantamento são encaminhados ao Ministério Público para que haja investigação mais detalhada em outras esferas. Ele ressalta que é muito difícil provar que os atestados foram usados para fraudar a carga horária de trabalho.

Em um dos casos investigados, o médico apresentou 36 atestados em dois anos. A corregedoria cruzou os documentos e descobriu indícios de fraude.

Os médicos plantonistas de Londrina recebem R$ 10 mil de salário. Quando um deles apresenta atestado, recebe o salário integral, e a prefeitura acaba pagando horas-extras para outros médicos, o que sobrecarrega o custo da saúde pública no município.

Ouça a matéria completa em BandNewsCuritiba

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.