Menino de 10 anos morre atropelado por caminhonete no PR; motorista é liberado

Vinicius Cordeiro

menino morre atropelado curitiba

Um menino de 10 anos morreu na frente da própria casa após ser atropelado por uma caminhonete no bairro Uberaba, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (12). João Miguel da Silva Gribler não resistiu aos ferimentos e faleceu antes de chegar ao Hospital do Trabalhador. O enterro acontece às 17h desta sexta-feira (13) no cemitério Jardim da Saudade, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

O motorista do veículo, de 19 anos, foi levado à Dedetran (Delegacia de Delitos de Trânsito) e foi liberado após prestar esclarecimentos. A versão do condutor é que ele não viu a criança.

“O exame do bafômetro deu zero, descartando embriaguez, e o Código de Trânsito prevê que não cabe prisão em flagrante para aquele que permanece no local do acidente e presta todo o socorro necessário para a vítima. Nesse momento a gente preferiu instaurar o inquérito policial e apurar os fatos”, afirma o delegado Edgar Santana.

Segundo ele, duas testemunhas foram ouvidos na noite de ontem. A informação que a polícia tem é que o pai do menino estava na frente da residência enquanto vários amigos de João Miguel estavam do outro lado da rua, brincando em uma espécie de gramado.

“Segundo relato de uma testemunha presencial, a criança teria saído da residência correndo e, ao atravessar a rua, aconteceu a colisão. O motorista do veículo parou, saiu do veículo e, segundo ele, viu apenas um vulto antes do impacto, sem saber precisar o que era. Ao descer e verificar, visualizou a criança embaixo do carro aparentemente sem nenhum sinal de reação”, conta o delegado.

A polícia civil tem prazo de 30 dias, que podem ser prorrogados pelo dobro do tempo, para concluir as investigações. Nessa etapa, os investigadores buscam por imagens de câmeras na região que possam ter flagrado a hora do acidente. O motorista não deve ser indiciado, pelo menos por enquanto.

“É necessário uma série de diligências. Eventualmente, se for constatado que ele teve alguma espécie de negligência, imprudência ou imperícia, ele vai se enquadrar em homicídio culposo. Mas ainda é muito prematuro em falar de eventual responsabilidade”, completou o delegado.

IGREJA LAMENTA MORTE DE CRIANÇA ATROPELADA NO PARANÁ

O Santuário Nossa Senhora do Carmo lamentou a morte de João Miguel da Silva Gribler. A criança de 10 anos frequentava a igreja, onde estava fazendo a primeira comunhão. O pai do menino atua como ministro da Eucaristia.

“Nós do Santuário Nossa Senhora do Carmo lamentamos profundamente essa perda e desejamos que Deus e Nossa Senhora do Carmo o recebam de braços abertos e deem o conforto para a família.”, informou a igreja aos seguidores no Facebook.

Ao Paraná Portal, a igreja cedeu um vídeo de João rezando. Assista:

Previous ArticleNext Article