Homem em situação de rua é preso suspeito de matar colega

Angelo Sfair


Um homem em situação de rua foi preso pela polícia suspeito de ter matado um colega. O crime aconteceu no dia 30 de março, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Desde então a Polícia Civil investiga o caso. Felipe Guedes Barros, de 34 anos, era considerado o principal suspeito do homicídio.

Segundo as investigações, ele matou Cléber Henrique Saldanha, de 30 anos, após uma discussão. “Encontramos vestígios de que a vítima havia sido estrangulada com um cadarço”, disse nesta terça-feira (28) o delegado Victor Menezes, responsável pelas investigações.

Na noite do crime, o suspeito e a vítima foram vistos juntos consumindo bebidas alcoólicas na rua. Os dois eram conhecidos por estarem sempre um na companhia do outro.

Ainda de acordo com as investigações, o suspeito passou a fazer ameaças: “cinco dias depois do crime, Barros começou a ameaçar testemunhas do fato, o que motivou o pedido de prisão preventiva”, justificou Menezes, que compõe a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Preso, o suspeito preferiu não responder aos questionamentos. Durante o interrogatório, Felipe Barros ficou em silêncio. Ele foi indiciado por homicídio qualificado e, se condenado, pode ser punido com até 30 anos de prisão.

Previous ArticleNext Article