Curitiba pode ter registrado primeira morte por frio deste inverno

Angelo Sfair

frio, morte, curitiba, fas

Um homem morreu nesta segunda-feira (08), em Curitiba, depois de ter sido resgatado na rua. Ele foi levado a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas não resistiu. A cidade amanheceu com 2°C nos termômetros. Essa pode ter sido a primeira morte por frio registrada neste inverno.

Uma perícia vai confirmar a causa da morte, mas é provável que a vítima tenha morrido por complicações relacionadas ao frio. A Fundação de Ação Social (FAS) de Curitiba acompanha as investigações.

O homem não teve a identidade e a idade divulgadas. De acordo com a Prefeitura de Curitiba, ele foi resgatado pela PM-PR (Polícia Militar do Paraná) e encaminhado para a UPA do Boa Vista, na região norte da cidade.

Nesta segunda-feira (08), Curitiba amanheceu com 2°C nos termômetros. No sábado (06), a capital registrou mínima de -1,6°C. Apesar de o frio estar perdendo intensidade, as temperaturas seguem baixas pelo menos até sexta-feira (12).

As ações de acolhimento da população em situação de rua foram intensificadas na semana passada. O trabalho continua com horário estendido pelos próximos dias, sempre que a temperatura mínima prevista foi igual ou menor a 9°C.

O presidente da FAS, Thiago Ferro, orienta a população sobre como proceder ao avistar uma pessoa que possivelmente precisa de ajuda.

“O grande problema da pessoa em situação de rua é quando ela está envolvida com embriaguez ou uso de entorpecente, porque aí ela perde a sensibilidade e às vezes entra em estado de hipotermia, que pode levar à morte”, explicou.

Há informações fundamentais para ajudar o serviço de atendimento, como endereço correto e a presença de crianças.

“É importantíssimo, ao ligar para o telefone 156, informar se é homem ou mulher, idade, e principalmente se está com criança. Essas informações junto ao endereço são suficientes para que possamos fazer a abordagem”, completou.

Quase 500 pessoas em situação de rua têm sido acolhidas nos Centros da FAS nos últimos dias. Foram 496 pernoites na sexta (05), 439 no sábado (06) e 485 no domingo (07).

O contato com a prefeitura pode ser feito por meio do telefone 156 ou do aplicativo Curitiba 156.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="638257" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]