Mortes em colisões traseiras crescem 51% no Paraná, acima da média nacional

BandNews FM Curitiba

mortes, mortes em rodovias, estradas, prf, polícia rodoviária federal, colisão traseira, colisões traseiras, paraná, brasil, levantamento

Em um ano, o número de mortes em colisões traseiras aumentou em 51% nas rodovias federais do Paraná. De acordo com a PPF (Polícia Rodoviária Federal), em 2019, foram 62 mortes registradas, contra 41 casos em 2018.

O número de feridos em colisões traseiras no Paraná também aumentou: passou de 1.699, no ano passado, para 1.914 neste ano. Conforme o levantamento, o aumento foi de 14,4%.

Em todo o Brasil, também houve registro de mais mortes e feridos em colisões traseiras. Neste ano, 636 pessoas perderam a vida nesses acidentes, contra 563 casos no ano passado. De acordo com a PRF, a diferença é de 13%.

A comparação é feita entre os dias 1º de janeiro a 26 de dezembro, de 2018 e de 2019. São considerados os dados levantados em rodovias federais.

A PRF reforça que dirigir colado ao carro da frente é considerado infração grave. Apesar disso, não há uma distância mínima estabelecida no Código Brasileiro Trânsito.

A dica é manter a regra dos dois (2) segundos: a partir de um ponto de referência, contar dois segundos do carro da frente para seguir viagem com tranquilidade.

Previous ArticleNext Article
Avatar
em 20 minutos tudo pode mudar