Rapaz que atropelou três na calçada ao empinar moto recebe alta

Andreza Rossini

O motociclista Leonardo de Magalhães Fonseca, 22 anos, que atropelou três pessoas em um ponto de ônibus, na Avenida do Batel, em Curitiba, no último fim de semana, recebeu alta do Hospital Marcelino Champagnat, nesta sexta-feira (13).

Ele foi encaminhado para prestar depoimento na  Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) para prestar depoimento, mas escolheu falar apenas em juízo. Fonseca segue para o Departamento Penitenciário (Depen) onde terá que colocar tornozeleira eletrônica. O rapaz dirigia com a carteira de habilitação (CNH) suspensa desde 2016 e não poderia pilotar a moto.

Vítimas

A menina, de oito anos, permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba. A prima dela, Adriana Aparecida Melik, de 38 anos, está na UTI do Hospital do Trabalhador.

Uma idosa, de 88 anos, também foi atingida pelo rapaz, teve ferimentos leves na perna e foi liberada do hospital no mesmo dia.


O caso

No último sábado (7), Leonardo Fonseca perdeu o controle da moto, enquanto empinava o veículo, e atingiu três pessoas em um ponto de ônibus na Avenida Batel, na capital. Ele estava com a Carteira de Habilitação vencida por ter cometido o mesmo delito – ato de exibição, desde 2016.

A advogada responsável pelo caso afirmou que o rapaz e a família não negam a gravidade do crime.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook