Motorista que atropelou prefeito será julgado por homicídio

A Justiça aceitou o pedido do Ministério Público e tornou réu o motorista acusado de atropelar o prefeito de Itaperuçu após uma discussão sobre futebol.

Jorge de Sousa - 26 de abril de 2022, 20:53

Divulgação/Prefeitura de Itaperuçu
Divulgação/Prefeitura de Itaperuçu

A Justiça aceitou o pedido do Ministério Público e tornou réu o motorista acusado de atropelar o prefeito de Itaperuçu, município da Região Metropolitana de Curitiba, após uma discussão sobre futebol.

Carlos Eduardo da Rocha será julgado por tentativa de homicídio duplamente qualificada, sendo que o processo tramita sob sigilo.

A denúncia contra o motorista foi realizado pelo Ministério Público no dia 14 de abril e foi aceita pela Justiça no dia 20 de abril.

Segundo as investigações da PCPR (Polícia Civil do Paraná), o motorista da caminhonete era conhecido do prefeito e se apresentou voluntariamente a polícia em 5 de abril.

A Justiça negou o pedido do investigado de responder o caso em liberdade e por isso o motorista está detido no Complexo Médico Penal, em Pinhais, também na Região Metropolitana de Curitiba, desde então.

O crime ocorreu no dia 3 de abril, em um posto de gasolina de Rio Branco do Sul, município vizinho a Itaperuçu. Segundo a PCPR, o prefeito e o motorista discutiram no local devido a uma rixa de futebol.

Neneu Artigas é torcedor do Coritiba e estava no local para comemorar o título do Campeonato Paranaense, enquanto o motorista é torcedor do Athletico Paranaense, um dos principais rivais esportivos da equipe alviverde.

O atropelamento ao prefeito foi registrado por imagens das câmeras de segurança do posto de gasolina e estão sendo utilizadas nas investigações da PCPR.

Neneu Artigas deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Evangélico Mackenzie, em Curitiba, na última segunda-feira (25).

Em vídeo divulgado pela Prefeitura de Itaperuçu, Neneu Artigas disse estar se recuperando e agradeceu todas as mensagens de carinho.

"Oi, pessoal. Um abração. Deus abençoe a todos. Obrigado pela preocupação. Estamos nos recuperando , dentro mais um prazo ‘x’, aí. Estamos com vocês. Obrigado!", declarou o prefeito.

Desde que chegou ao Hospital Evangélico Mackenzie, Neneu Artigas passou por uma cirurgia na perna e por um procedimento de reconstrução de face. Ainda não há previsão de alta hospitalar para o prefeito.

LEIA MAIS: Dengue: Paraná registra novos 6,8 mil casos em uma semana