Motorista de aplicativo é assassinado em tentativa de assalto em Curitiba

Fernando Garcel


Um motorista de aplicativo, de 34 anos, morreu após ser baleado pelas costas na noite desta quarta-feira (26), no bairro Pinheirinho, em Curitiba. Ele teria acabado de terminar uma corrida quando dois passageiros anunciaram o assalto. Ele tentou fugir mas foi atingido por um disparo.

De acordo com a BandaB, testemunhas disseram que os assaltantes perseguiram o motorista atirando. Ao menos cinco disparos teriam sido efetuados e um deles atingiu a vítima que morreu na hora.

Após o crime, os homens fugiram sem levar o veículo, um Renault Logan, e não foram presos. Uma câmera de monitoramento flagrou parte da ação e poderá ajudar na identificação dos suspeitos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

APLICATIVOS DE TRANSPORTE x VIOLÊNCIA

Durante o ano, Curitiba registrou uma série de casos envolvendo assaltos e assassinatos de motoristas de aplicativos. Em maio, após a quinta morte, representantes das empresas se reuniram com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná para definir estratégias que ampliassem a segurança de motoristas.

Os motoristas reclamam de vários pontos, entre eles, uma identificação mais segura na hora de chamar a corrida, com mais rigor na foto do perfil do passageiro. Segundo motoristas, algumas pessoas têm fotos de paisagens, como o pôr do sol, por exemplo. O que torna impossível reconhecer quem faz o pedido de viagem. Eles também pedem que o pagamento seja efetuado apenas com cartão de crédito e a instalação de um botão do pânico, para ser acionado em momentos de perigo.

Previous ArticleNext Article