Motorista flagrado bebendo em horário de trabalho e é demitido por justa causa

Andreza Rossini


O Tribunal Regional do Trabalho do Paraná considerou correta a demissão por justa causa aplicada por uma auto-peças de Londrina, no norte do Paraná, a um motorista de caminhão que saiu do trabalho e foi flagrado tomando cerveja, antes do final do expediente.

O caminhoneiro foi contratado em junho de 2011 e dispensado em março de 2015, quando trabalhava até às 19 horas. Ele foi visto bebendo cerveja em um posto de combustíveis em frente a empresa, com um colega que já tinha terminado o turno, por volta das 18 horas.

De acordo com o Tribunal, não havendo histórico de alcoolismo, o trabalhador que consome bebida alcoólica durante o expediente comete falta grave, que quebra a confiança entre empregado e empregador e justifica a demissão por justa causa.

O motorista alegou que ele estava em um horário próximo a encerrar seu turno e que já tinha estacionado o caminhão, quando foi tomar a cerveja. Na defesa inicial, ele também argumentou que se estivesse se apresentado alcoolizado no trabalho, deveria ser encaminhado para tratamento e não dispensado. Após isso, ele assumiu em audiência que não tinha histórico de alcoolismo.

Previous ArticleNext Article