Motoristas e cobradores do transporte coletivo de Londrina paralisam atividades

Tarobá News


Mais de 200 motoristas e cobradores suspenderam as atividades nesta sexta-feira (23) em Londrina, na região norte do Paraná. O motivo de terem cruzado os braços, segundo o presidente do SINTTROL (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina), João Batista, foi pela falta de pagamento do vale mensal, que deveria ter sido depositado no dia 21.

“A empresa não vem cumprindo com a obrigação que tem com o trabalhador. Esse vale representa metade do salário. Era pra ter sido pago dia 21, aí veio a promessa para dia 22 e até agora nada. As contas não esperam”, conta.  O vale mensal é 50% do salário nominal e é feito no 15 depois do quito dia útil.

Outro problema apontado é que a empresa estaria em dívida com o pagamento de uma parcelas anuais da PPR (Programa de Participação de Resultados). “Estamos esperando e conversando com a empresa desde junho sobre o pagamento e sempre há adiamentos. A outra parcela já deve ser paga em dezembro ou janeiro e eles não quitaram a primeira, referente aos resultados do ano passado. Quer dizer que não estamos falando de período de pandemia|”, aponta o presidente do sindicato.

O sindicato, junto com os trabalhadores, decidiram pela paralisação até que uma negociação efetiva e ocorra. Em nota, a TCGL informou que está trabalhando para solucionar essa situação o mais rápido possível e que em breve divulgará mais informações.

Leia a matéria completa em: Tarobá News.

Previous ArticleNext Article