Motoristas envolvidos na morte de trabalhador na BR-277 são presos em Curitiba

Redação

Motoristas envolvidos na morte de trabalhador na BR-277 são presos em Curitiba

A PCPR (Polícia Civil do Paraná) prendeu preventivamente nesta sexta-feira (16) os dois motoristas envolvidos no acidente que matou um trabalhador na BR-277 em Curitiba.

Ambos os motoristas foram denunciados pelo crime de homicídio doloso, porque os dois estavam dirigindo a pelo menos 74 km/h acima do limite de velocidade de 80 km/h naquele trecho da rodovia.

Marcelo Trindade tinha 48 anos e trabalhava como funcionário terceirizado da RodoNorte, concessionária responsável pelo trecho da BR-277.

O trabalhador estava limpando o canteiro da rodovia quando foi acertado pela BMW, sendo arremessado para a outra pista e morrendo no local.

As testemunhas ouvidas pela PCPR apontaram que os motoristas estavam disputando um racha e que a BMW acabou capotando, após o motorista perder o controle do veículo.

O motorista da BMW chegou a ser hospitalizado no Hospital Evangélico Mackenzie com ferimentos leves, mas recebeu alta alguns dias após o acidente.

Na época do acidente, o motorista apontou em depoimento à PCPR que foi fechado pelo Volvo (outro veículo suspostamente participante do racha) e por isso perdeu o controle da direção.

O delegado responsável pelas investigações, Edgar Santana, questionou essa versão e apontou que as imagens cedidas pela RodoNorte e os relatos testemunhais reforçam que ambos os motoristas estavam em alta velocidade praticando um racha.

O crime de homicídio doloso tem pena prevista no Código Penal Brasileiro de seis a 20 anos em regime fechado. A defesa dos suspeitos ainda não se pronunciou sobre a prisão dos motoristas.

VEJA O VÍDEO DO ACIDENTE QUE VITIMOU O TRABALHADOR NA BR-277

LEIA MAIS: Acidente grave com caminhão interdita pista da BR-277, na Serra do Mar

Previous ArticleNext Article