Mozart, Belline e Strauss: ‘Elas cantam ópera’ em Maringá

Fernando Garcel


Redação com Metro Jornal Maringá

“Elas Cantam Ópera” é um nome simbólico, visto que as seis solistas enfeitarão o palco munidas apenas da voz em canto lírico e acompanhadas por um piano. O evento acontece no auditório da Fundação Luzamor, neste sábado, a partir das 20h30. Os ingressos variam de R$ 20 a R$ 40.

Quem já assistiu uma ópera sabe que essa é uma arte complexa. Tudo deve estar de acordo. O cenário deve concordar com a harmonia da orquestra e com o cênico musicado dos artistas que no palco estão. Contestar a alcunha do evento, não é diminuir a magnificência dessa apresentação, afinal, são raras as vezes que o maringaense tem a oportunidade de se deleitar ao vivo com óperas de Belline, Mozart ou Strauss.

Propagar esse tipo de arte. Essa é a missão das cantoras – todas formadas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) – Francyene Rossett, Analiss Santos, Keidma Juliana, Ariadine Gomes, Juliana Bischoff e Tieko Hiratomi e da pianista Cinthia Ruivo, que realizam desde de 2014 o “Elas Cantam Ópera”, que chega este ano a terceira edição.

“Queremos trazer o cenário da ópera para o movimento cultural maringaense. A ideia era juntar nossas experiências para oferecer esse evento. Somos maringaenses. Nos dedicamos à música e à cidade”, disse Rossett.

O evento acontece no auditório da Fundação Luzamor, neste sábado, a partir das 20h30. A entrada para o evento custa R$ 20 (meia entrada, ou antecipado) e R$ 40 (inteira, na hora).

Previous ArticleNext Article